Orgasmo. Vamos falar sobre ele?

0
458
orgasmo vamos falar sobre

Orgasmo, converse sobre isso

Orgasmo: Essa é uma importante conversa para ter quando você está com suas roupas, e não sem elas.

Casais ou amigos quase nunca têm esse tipo de papo – o papo do orgasmo. Uma conversa honesta sobre eles, ao invés do simples “foi bom pra você?”.

A falta de conversa sobre o tema tem sua explicação. Vivemos em uma sociedade e cultura na qual há uma guerra tão grande ao redor da sexualidade que gasta-se tanto dinheiro com educação sexual baseada em abstinência quanto gasta-se com pornografia. Muitas vezes, ainda, usamos o amor e o sexo como uma tentativa de evitar pensamentos, significados e possibilidades mais profundos.

Orgasmos Masculinos

Sobre os orgasmos, os masculinos geralmente ocorrem no sexo. O das mulheres não é tão previsível. Mulheres que se masturbam irão ter orgasmos de vez em quando, talvez tanto quanto os homens, mas as coisas mudam quando colocamos um parceiro no jogo.

Além disso, os orgasmos dos homens se auto-anunciam com um fluido e as contrações. Isso não ocorre nas mulheres. Normalmente os homens estão à mercê das mulheres até que elas digam se tiveram ou não orgasmos. É a natureza elusiva do orgasmo durante a relação que eleva as mulheres ao Santo Graal sexual. Outro mistério para os homens é o fato das mulheres nem sempre associarem o sexo ao orgasmo. A mera ideia do sexo sem orgasmos é algo completamente fora do normal para homens.

Orgasmos Femininos

Se a única razão para uma mulher querer o sexo é o orgasmo, essa mulher ficaria à frente da curva em relação ao parceiro.

A pornografia dissemina a ideia de que homens magicamente sabem como dar prazer a uma mulher, mas na vida real, homens geralmente precisam ser guiados pela parceira. Isso significa que é uma habilidade feminina mostrar ao parceiro como estimulá-la, e essa habilidade é crucial para que ela tenha prazer.

Quanto a estar no clima mental, é praticamente impossível para a mulher esquecer de tudo que ocorreu entre ela e o parceiro na semana anterior ao ato sexual. É improvável que sentimentos como raiva, frustração ou desapontamento simplesmente sumam quando o pênis aparecer. Criar esse clima é fundamental e na maioria dos casos exige maior esforço e dedicação do homem.

Existe uma meta?

Será então o orgasmo feminino a meta na relação, ou há coisas mais importantes? Pode ser que a habilidade do homem de fazer a mulher se sentir sexy e desejada seja mais importante. Talvez a diversão em si. Ou talvez a possibilidade de criar cenários e experiências, vivências que façam ela se sentir o máximo? Talvez a mulher queira que seu parceiro tome mais iniciativa na cama. Algumas dessas qualidades podem facilitar ou não orgasmos. E quando essas habilidades entram em cena, e são alvo de conversas, as chances são maiores de que a mulher tenha de fato orgasmos e esteja verdadeiramente satisfeita.

Um dos nossos trabalhos como terapeutas é empoderar ambas pessoas do relacionamento, auxiliar na autodescoberta do prazer e propor uma atitude e ferramentas que potencializem inúmeras vezes mais a condição de uma conexão ampla de prazer e amor entre o parceiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.